Arquivo da categoria: Cosméticos, maquiagens, produtos de beleza

20141029_123649

Troyes, a cidade-outlet na região de Champagne

Hoje passei o dia em Troyes (pronuncia-se truá), uma cidade 180 km ao sudeste de Paris, na região de Champagne.

A cidade de Troyes é conhecida por ser o paraíso europeu das compras. Pra todo lado que se olhe na cidade tem um outlet (ou como dizem por aqui, magasins d’usine)! O problema justamente é saber pra onde ir, pois é fácil ficar querendo entrar em todas as lojas e perder muito tempo indo de uma pra outra. Acho que o melhor é ir para um complexo de lojas onde estão reunidas as marcas que te interessam mais.

Os complexos de lojas maiores e mais conhecidos são Marques Avenue (pertinho do centro de Troyes) e McArthtur Glen (mais na periferia da cidade, em Pont-Sainte-Marie). Foi lá que decidi passar o dia e aproveitar dos soldes que vão até dia 1º de Novembro.

20141029_123649

O lugar é como um shopping a céu aberto, bem agradável, com comodidades pra crianças (parquinhos pra ocupar os pimpolhos enquanto a gente se esbalda nas compras são importantíssimos!!), estacionamento gratuito e próximo (pra ir colocando as sacolas no carro e voltando pra buscar mais coisa) e algumas opção de restaurante.

20141029_121948 20141029_102022

Só pra se ter uma ideia dos preços, estava namorando há tempos uma jaqueta de couro da Naf Naf (uma marca francesa que gosto muito) que custava 160€. No outlet saiu por 60€!

Outras marcas que tem lá: Lacoste, Tommy Hilfiger, Swarovski, Hugo Boss, Ralph Lauren, Armani…

Troyes fica bem no caminho de quem está saindo de Paris para alguma região no sudeste da França ou em Champagne, e vale a pena dar uma parada por lá. Só não esqueça de preparar a ida com um pouco de antecedência e conferir a lista de lojas nos sites pra ir direto ao ponto e não ficar rodando à toa!

A propósito, parece que lá tem um centro histórico bonitinho, mas sabem como é, né… não verifiquei essa informação porque estava bem atarefada com outras ocupações!! ;)

20131109_172118 (Cópia)

Shopping Beaugrenelle em Paris

Em outubro foi inaugurado o novo shopping Beaugrenelle em Paris e eu estive lá pra conferir.20131109_171444

O Beaugrenelle é bem grande, com lojas espalhadas em 3 prédios diferentes interligados por passarelas.

20131109_173109

20131109_180946

Pode parecer redundante, mas o Beaugrenelle é uma boa opção se você tem intenção de ir ao shopping mais pra fazer compras do que pra passear.  

20131109_172118 (Cópia)

Explico-me: o interesse turístico aqui é pouco, pois é bem parecido com um shopping brasileiro mesmo, sem nada de original ou tipicamente francês.  É o contrário da Galeries Lafayette, por exemplo, onde eu vou pra passear porque a loja é linda, mas acabo não comprando nada porque ainda não ganhei na loteria!

Lá não tem coisa luxenta como Dior ou Vuitton, mas você vai encontrar lojas de marcas famosas como Zara, Tommy Hilfiger, Hollister, Esprit, H&M…  praticamente todas as mesmas da Rue de Rivoli.

Ou seja, o Beaugrenelle é uma boa opção, principalmente no inverno quando você vai apreciar poder  se esconder do frio por algumas horas, ou num dia de muita chuva!

Metrô: Linha 6 estação Bir-Hakeim ou Linha 10 estação Charles Michels ou RER C estação Javel

 

Alguns dos meus cosméticos franceses preferidos

Vocês podem não acreditar, mas quando mudei pra França importava creme da Natura. Os cosméticos franceses de grandes marcas como Vichy, Laroche-Posay, Uriage e Avène não me conquistaram no início pois achava muito sem graça esse negócio de creme que não tem cheiro de nada.

Queria 3 de cada.

Isso foi até a água calcária e o frio daqui atacarem minha pele e meus cabelos. Aí, gente, não tem jeito que dê jeito. Só esses produtos de farmácia resolvem mesmo.

Porque podem ter certeza que quanto mais cheiroso, mais ordinário é o produto. Os cremes da Victoria’s Secret que a brasileirada adora, por exemplo, são super perfumados, mas é preciso admitir que são vagabundos pra caramba.

Agora estou com os produtos franceses e não abro. Virei adepta de produtos de qualidade, sem cheiro de nada, mas que são eficazes mesmo. E pra ficar cheirosa, existe perfume, n’est-ce pas? Vamos combinar que é muito mais chic ter cheirinho de Chanel do que de “Morangos com Champagne”. Eca.

Aqui vão alguns dos meus produtos de uso diário preferidos. E olhe que testei vários, principalmente no meu filho – pele de bebê é a que mais sofre.

 

Lipicar Syndet, da Laroche-Posay. Este creme lavante (sem sabão) líquido é ideal para peles sensíveis com tendência a alergias, ressecamentos, etc. Também gosto muito do equivalente da marca Uriage, o Uriage Xémose Syndet Nettoyant Doux.

Xémose crème émolliente universelle, da Uriage – Creme hidratante com uma textura bem leve, penetra rápido sem ficar grudento e a pele fica super macia e hidratada. A vantagem é que a versão de 400ml tem um sistema de apertar diferente, em que é o fundo do frasco que vai subindo, assim você usa até a última gota do creme sem desperdiçar nada.

L’Eau démaquillante peaux normales, da Uriage. Demaquilante líquido que limpa muito bem o rosto e os olhos sem deixar a pele oleosa nem resíduos. Sempre compro o vidrão de 500 ml, que sai mais em conta.

Crème Dexeryl. Este creme você vai ter que pedir em alguma farmácia, pois não é um hidratente comum feito para se espalhar no corpo todo, é praticamente um remédio. Ele é específico para as áreas muito ressecadas pelo frio, rachadas e com coceira. Uso muito no pezinho do meu filho que costuma ficar super ressecado e irritado.

Hydrance optimale UV riche da Avène. Este creme para o rosto tem protetor solar FPS 20, é ótimo para peles secas.

Creme Anti-Rides Jour Lift + da Diadermine. Nunca é cedo demais para lutar contra as rugas, não é mesmo? Os cremes da marca Diadermine são muito bons e não são muito caros. Existem várias opções em função da idade, creme para o dia ou noite, etc.

Déodorant Anti-Transpirant Bille 48H Peaux Sensibles ou Epilées da Vichy. Este desodorante é feito para usar depois da depilação ou em peles sensíveis pois é sem perfume e anti-irritante. O desodorante é 48 horas, mas é claro que não precisa ficar 2 dias sem tomar banho, né! Vamos ser francesas, mas nem tanto.

Esses produtos podem ser encontrados em qualquer parapharmacie, ou pela internet no site da Amazon, por exemplo.

 

Cosméticos baratos na City Pharma em Paris

Na França existem as parapharmacies, lugares que não vendem remédios, mas produtos de grandes marcas como Laroche-Posay, Vichy, Avène, Uriage, Biotherm, Liérac e assim por diante.

Na última vez que estive em Paris, minha amiga vietnamita que é muambeira nas horas vagas me levou na City Pharma de Saint-Germain des Prés, uma pharmacie/parapharmacie de dois andares que de acordo com ela tinha preços imbatíveis, melhores do que na internet.

Comparei alguns produtos que tenho hábito de comprar e vi que é verdade mesmo! O único problema é que a City Pharma vive cheia, é até difícil se mexer nos corredores. Tive a impressão de estar na Americanas antes da páscoa.

Apesar disso, na City Pharma encontra-se de tudo, os preços valem muito a pena e eles têm até atendimento em português. Não deixe de ir se quiser comprar cosméticos baratos. Mas não vá achando que é o primeiro a descobrir a novidade, todos os japoneses que estão em Paris  chegaram lá antes de você.

Pelo que pesquisei hoje na Internet, a City Pharma também já apareceu no blog preferido da minha tia parisiense, o Conexão Paris, o que explica os brasileiros desvairados comprando um de cada que existe que eu vi por lá.

Eu acabei não comprando nada porque odeio lugar cheio de gente, me deu irritação e fui esperar minha amiga do lado de fora. Achei que não compensava ficar me espremendo, porque tenho minha parapharmacie preferida em Dijon cujos preços também são ótimos.

City Pharma
26 rue Four
75006 PARIS
Metrô: Saint Germain des Prés

 

Sabon, loja de cosméticos naturais do oriente médio em Paris

Hoje passeando pelo Marais em Paris, eu e minha amiga passamos pela rue des Rosiers, reduto da comunidade judaica de Paris que ainda subsiste naquele bairro.

Descobrimos ao acaso uma loja fantástica chamada Sabon. É uma loja de produtos de beleza do oriente médio super cheirosos, fabricados adivinha onde? Em Israel, no mar morto. Não é à tôa que a única loja da França fica no Marais, em meio a açougues Kosher e restaurantes de fallafel.

Fiquei encantada com a Sabon: a loja e os produtos são lindos. Nas prateleiras, xampus, cremes hidratantes, perfumes para o corpo e para casa sempre feitos com ingredientes naturais, cuidadosamente alinhados em embalagens lindíssimas.

Enfim, os produtos da Sabon são ótimos. A especialidade da casa é o exfoliante natural de Patchouli, lavanda e baunilha que a gente pode experimentar numa fonte bem no meio da loja. O perfume é delicioso e a pele fica super lisinha.

 

Minha amiga parisiense experimentando o exfoliante de patchouli (o primeiro potinho ali na frente)

 

O melhor disso tudo é que apesar da loja e dos produtos serem luxuosos, o atendimento é atencioso e simpático e os preços bem razoáveis!

Eu não resisti e acabei comprando um óleo hidratante sem enxágue para os cabelos por 25€. Experimentei e ficou parecendo que eu tinha feito escova, com o cabelo sedoso e brilhante, e olha que minha cabeleira andava super ressecada. Minha amiga também cedeu à tentação e comprou um perfume de ambiente por 28€ (esse eu achei meio carinho mas de acordo com a vendedora dura muito).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Sabon também existe em outros países, mas na França por enquanto esta é a única loja.

 

Sabon
32 rue des Rosiers 75004 Paris

 

Adoro essa Habitat!!

Um dia de compras em Paris – parte I: manhã

Parte da antiga Samaritaine, que agora abriga uma Zara e uma Sephora

Se puder reservar um dia inteiro só para compras em Paris, reserve. Além de se encontrar todo tipo de produto bom e barato (ou bom e caro, dependendo do tipo de loja), só passear à tôa nas lojas já é um prazer!

Vou contar um roteiro que gosto muito de seguir, pois tem lojas com coisas realmente compráveis. Tudo bem que passear na Avenue Montaigne é um luxo, mas entre Dior, Chanel e Gucci, eu acabo indo de H&M mesmo.

Eis o que eu fiz da última vez que estive em Paris:

Comecei o dia pela Rue de Rivoli, chegando na estação de metrô Louvre-Rivoli, segui na direção contrária ao Louvre.

Detalhe: a rue de Rivoli é muito longa, mas o trecho que tem as lojas mais interessantes fica entre o Louvre e o Hôtel de Ville. Subindo a rue de Rivoli ao longo do Louvre só tem lojinha de bugiganga, chaveirinho de torre Eiffel e esses tipos de porcaria. Depois do Hôtel de Ville, a partir do BHV a coisa também já fica mais muvucada e menos interessante.

No trecho que eu falei você vai encontrar praticamente todas as principais lojas que existem na França. Minhas preferidas são:

Sephora (pronuncia-se seforrá) para maquiagem e cosméticos. A loja fica em um dos locais da antiga Samaritaine, descendo uma escada rolante (ou uma escadaria de tapete vermelho, se você estiver se sentindo assim uma Kate Middleton). Esta Sephora é boa, mas a minha preferida fica no Champs-Elysées, que é a maior que eu já vi. Um pouco mais em frente tem uma loja da MAC pra quem prefere os produtos da marca.

Adoro essa Habitat!!

- Habitat para objetos de decoração com design moderno. Esta loja tem um show room enorme espalhado em 3 andares. Quem está viajando de lua de mel e está montando casa deve visitar.

Darty, se você está procurando comprar eletrônicos, lá tem de tudo, de  iPad a aspirador de pó.

Naf Naf para roupas femininas. A loja aqui não é muito grande, mas não esqueça de olhar também o segundo andar.

H&M para roupas e acessórios diversos. Na rue de Rivoli tem duas H&M, cada uma com seções diferentes, entre nas duas se não achou o que queria na primeira.

Quando chegar na altura do Hôtel de Ville, já deve estar quase na hora do almoço. Se ainda estiver estiver com disposição, dê uma esticadinha até o BHV, ou Bazar de l’Hôtel de Ville, (pronuncia-se beash-vê) famosa loja de departamentos parisiense. Eu geralmente não vou, porque prefiro mil vezes os grands magasins do Boulevard Haussmann, mas aí é o gosto de cada um!

Eu recomendo virar à direita e seguir em direção à Ile de la Cité pela pont d’Arcole. A vantagem é que por aqui você vai passar perto de Notre Dame, mas eu nem paro pra olhar, porque geralmente neste roteiro tenho coisa mais importante pra fazer (vai que eu perco alguma promoção interessante??). Enfim, depois atravesse para a Ile Saint Louis e pare pra almoçar no restaurante Les Fous de l’Ile, na rue des 2 ponts.

Pra chegar no restaurante você vai passar na frente de uma loja que eu gosto muito, a boutique Pylones, na rue St Louis en l’Ile. Esta loja é o tipo raro que vende lembrancinha de bom gosto, daquelas que você não sente vergonha de dar pra alguém que gosta (pros colegas de trabalho pentelhos, vide rua ao lado do Louvre alguns parágrafos acima).

Cansou as pernas ou ainda aguenta mais? Então já já continuamos com uma tarde de compras…

Clique no botão para ver a galeria de fotos.

Continue lendo

Apple Store Opéra. É linda. Pronto, falei. Foto: Geek & Hype

Um dia de compras em Paris – parte II: tarde

Chanel na Galeries Lafayette.

Depois da manhã na rue de Rivoli e já de barriga cheia, é hora de pular no metrô (estação Pont Marie, linha 7 direção La Courneuve, descida em Chaussé d’Antin – La Fayette) e ir parar no Boulevard Haussmann, onde se concentram os grands magasins (loja de departamento, só que chiquééééérima) mais lindos do mundo: Printemps e Galeries Lafayette.

Mas calma, daqui a pouco chegamos lá. Logo na saída do metrô tem a loja Surcouf, uma das mais baratas em matéria de eletrônicos (uma boa opção para evitar a FNAC, passem longe lá pra esse tipo de compra, pois ela sempre tem os preços mais caros!)

Aqui a gente está pertinho da Opéra Garnier, que é maravilhosa. Se quiser aproveitar e ir ver, vá. Mas não demore muito, porque ainda tem muita loja pra ver no meu roteiro nem um pouco cultural!

Se bem que na praça da Opéra Garnier tem uma loja da Lancel (bolsas, malas, carteiras, etc.) super bacana… sem falar da Apple Store que tanta gente venera, mas que eu me comprometi solenemente a esnobar. Me dói dizer isso, mas a Apple Store Opéra realmente é lindíssima e vale uma visita.

Apple Store Opéra. É linda. Pronto, falei. Foto: Geek & Hype

Depois é hora de seguir até a Galeries Lafayette (ou simplesmente les Galeries ou Galeries Laf’, como dizem os franceses). Aqui tem de tudo, e tudo de bom. Além das marcas de luxo como Chanel ou Dior, você provavelmente vai encontrar muitas marcas que não conhece. Se der vontade, compre de olhos fechados – com certeza é bom, na Galeries só entra coisa de qualidade. Mesmo se seu orçamento estiver apertado e esse tipo de compra estiver fora do programa, não deixe de entrar nem que seja só pra ver a cúpula e as arcadas da loja.

O outro grand magasin clássico de Paris no Boulevard Haussmann é o Printemps. O esquema é o mesmo da Galeries, também é lindo, vende os mesmos tipos de artigo e só a visita já vale a pena. Qual dos dois é melhor? Amiga, numa esfera mais pobre, é igual comparar Riachuelo e C&A. Eu prefiro a Galeries, mas isso é só uma percepção individual e portanto subjetiva.

Num registro um pouco diferente, logo ao lado do Printemps tem o Citadium, que é um grand magasin pra gente mais jovem e descolada. Aqui se encontram todas as marcas modernosas de streetwear: Carhart, Etnies, Volcom, Northface, Ecko, e por aí vai. Vi até uma linha diferente da Lacoste, chamada Lacoste Live! com um estilo menos almofadinha e mais cool.

Minha sugestão para o fim do dia? Depois disso tudo, nada melhor que uma boa dose de spray cool feet da Sephora para aliviar os pés!

 

Clique no botão para ver a galeria de fotos.

Continue lendo