C’est nous à Londres! – parte 1

Pronto, voltei. Pra casa e (assim espero!) pro blog.

Eu e meu chéri estávamos em Londres, fazendo um city break romântico pra comemorar nossos 4 anos de casamento. Parece que foi ontem… oh oui, c’est beau, l’amour ;)

É claro que no quesito romantismo, Paris é imbatível e continua sendo de longe minha cidade europeia preferida. Londres é a segunda. Mas a gente queria viajar ‘pra fora’, e sei que corro o risco de muita gente querer me estrangular, mas vou me esconder atrás do computador e falar: Paris pra gente já está meio batido….

Pronto, falei. Continuem lendo quando terminarem de me xingar.

Sei que falar de Londres é meio off-topic para um blog que se chama Viajar na França, mas quando a gente para pra pensar, Londres é logo ali e quem está em Paris geralmente dá um pulo lá, não é mesmo? Então vou publicar alguns dos meus “achados” em Londres, sem pretensão nenhuma, obviamente, já que na terra da Rainha eu me sinto nada mais do que uma simples turista. Brasileira ou francesa eu não sei, pois foi engraçada a sensação que eu tive de estar voltando pra casa quando retornei ao solo francês…

Enfim, nosso passeio em Londres não correu como esperado. Todas as outras vezes que fomos lá, estava no inverno e passamos um frio lascado, por isso desta vez me programei pra ir na primavera. Como já conheço bem todos os pontos turísticos, meus planos eram simples: fazer pique-nique no Hyde Park, dar comida pros esquilos, ficar passeando de bobeira, correr de mãos dadas com meu chéri sob o suave sol londrino em meio a belas flores primaveris, ouvindo o canto dos pássaros e acenando em câmera lenta pro William e pra Kate, e tal. Só que nossos planos foram literalmente por água abaixo, porque Londres foi Londres, ou seja, choveu o tempo todo.

Como sou brasileira e não desisto nunca, fizemos uma ligeira alteração de programa e passamos três dias entrando em lojinha. O que no fim das contas não foi nada desagradável, tirando o trauma de não ter aprendido a lição quando me ferrei em Nova York e cair na esparrela – de novo – de pagar quase 50 reais num punhadinho ridículo de M&M’s só porque estava numa loja colorida e um mané vestido de M&M de chocolate botou uma cestinha na minha mão. Gente, aquela loja é coisa do demo, só pode. Qualquer um perde o bom senso.

Anyway, o resto das aventuras fica pro próximo capítulo… já está tarde e ainda nem passei as fotos pro computador.

 

to be continued

 

Uma opinião sobre “C’est nous à Londres! – parte 1”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>