«

»

Imprimir Post

Ninguém pinta como eu pinto

Quem anda seguindo o blog percebeu que nos últimos dias o ritmo de publicação caiu…

Não se preocupem, não estou com os dedos paralisados! A razão de estar publicando menos é simples: ando ocupadíssima. Há alguns dias percebi que o Natal está quase aí, e como a família mais linda e cheirosa do planeta (a minha) vem toda passar o primeiro Natal francês numa casa nova que ainda não está terminada (também a minha), estamos mandando ver nas arrumações e obras em geral.

Porque aqui na França é assim. A não ser que você seja podre de rico, nada de empregada, nada de jardineiro, nada de bombeiro hidráulico ou pintor. A mudança quem faz é você, com ajuda dos amigos. A parede quem pinta é você, com ajuda dos programas de TV sobre decoração. Os azulejos quem assenta é seu marido, com ajuda dos manuais da Leroy Merlin. Os móveis quem monta é você, com ajuda da IKEA. O chuveiro, a banheira, a cozinha, o piso flutuante, quem instala é seu sogro. Santo sogro, sem ele minha casa nem chão teria.

Pode não parecer, mas estou me divertindo horrores!

Enfim, com essa falta de mão de obra – ou melhor, mão de obra caríssima – , acabei descobrindo os prazeres dos trabalhos (quase) braçais. Sabe que pintar parede é até divertido? Estou brincando de ser decoradora e arquiteta, fuçando nas lojas pra encontrar os objetos que acho que vão combinar com o papel de parede, aprendendo a fazer barra na cortina… Meu chéri que nunca tinha nem usado uma furadeira está se virando e aprendendo até a ser eletricista.

Na verdade na França esse tipo de coisa é considerada um lazer. Enquanto tem gente que faz scrapbooking, eu ando fazendo montagem de móveis.

Claro que aqui tudo é muito mais facilitado pros amadores, nada a ver com o Brasil. Confesso que não teria coragem de entrar numa empreitada dessas aí. Mas aqui as lojas como Leroy Merlin andaram investindo muito em produtos e técnicas fáceis de usar, o que anima qualquer incauto como eu a botar a mão na massa.

Não vou negar que deixar tudo na mão de um bom arquiteto é um conforto sem igual. Mas olhando do lado positivo, fazer tudo por conta própria tem suas vantagens: ninguém vai te roubar, ninguém vai fazer cagada e deixar pra lá porque você não entende patavina do assunto e não vai perceber, ninguém vai fazer mal feito ou ficar enrolando porque tá com preguiça.

Isso sem falar na satisfação de ter feito uma coisa bem feita, o prazer de fazer algo que você e sua família vão curtir muito. O simples gosto da sensação de missão cumprida, de poder dizer: “Viu? Eu que fiz”.

 

Link permanente para este artigo: http://www.viajarnafranca.com/2011/11/ninguem-pinta-como-eu-pinto/

5 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Dagmar

    Pois eu e meu marido , aqui no Brasil, há alguns anos atraz, fizemos isto, pintamos toda a nossa casa, internamente e externamente, e olha que eram mais de 200m. Dois pavimentos, mas olha é como vc disse, o prazer de ver tudo pronto valeu a dor nos braços que veio depois. Eu fiquei incumbida de fazer as terminações os detalhes de rodapé, e teto, depois de tirar a fita crepe. Todo trabalho é muito gostoso. Hoje, não animo fazer o mesmo no apto que moramos, e que tem só 140m, acho que é por problema de DNA (Data de nascimento antiga). Agora, nos preparativos para o Natal, me contento em lavar as cortinas. kkkkk.
    Feliz Natal pra vc e sua “cheirosa” familia, Jesus, os ilumine sempre!

    1. Ana Veloso

      Nossa Dagmar estava animada mesmo hein!! Aqui nossa casa é bem menor e a gente só pintou por dentro, meu marido ficou com a tarefa de lixar tudo e pintar o teto, eu fiquei com as paredes e a fita crepe. Mesmo assim haja braço!!

      Feliz natal ou um Joyeux Noël pra você e sua família também! 😀

  2. Família Cheirosa

    Vamos ajudar nos últimos retoques!!!

    1. Ana Veloso

      Já estou preparando a distribuição das tarefas, mas nem adianta brigar, capinar o lote já prometi pro papai.

  3. Marcia

    Hiii…..quero só ver, capinar na neve,vai voar gelo prá todo lado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>