Château de Gilly, na rota dos vinhos da Borgonha

Ainda na rota dos vinhos da Borgonha, pertinho do Château du Clos de Vougeot fica o Château de Gilly. Outro castelo próximo dos vinhedos e que tem (obviamente) ótimos vinhos. É uma ótima parada no roteiro, mas este castelo não é do tipo que se visita: ele foi transformado em hotel-restaurante 4 estrelas.

Mesmo assim, você pode passear no jardim francês do Château de Gilly que é lindo, tem até pista de helicóptero e um riacho ao lado do castelo.

 

Mas recomendo mesmo almoçar ou jantar lá. No almoço durante o verão eles têm um agradável terraço com menus não muito caros, por volta de 20 euros. Já no jantar, é o restaurante gastronômico Le Clos Prieur que abre no subsolo do castelo. Depois de passar num corredor subterrâneo, você chega numa linda cave sob abóbodas de pedra. Já fui jantar lá algumas vezes, é super romântico e o jantar gastronômico é digno dos melhores gourmets.

 

Pessoa feliz diante de um prato cheio

O bar também é muito agradável, com sofás confortáveis e uma enorme lareira em frente a uma mesa de bilhar. Fiquei lá relaxando e tomando um cafezinho… achei lindo e depois chorei com o preço do café. Mas chorei chique e fina, porque estava num castelo, n’est-ce pas? Pagar caro num prato super elaborado, feito com tudo da melhor qualidade, tudo bem. Mas pagar 6 euros num Nespresso… só se for servido pelo George Clooney.

Nunca fiquei lá pra dormir mas conheço os quartos da parte do Château de Gilly que é hotel. Sabe o quarto da Maria Antonieta em Versalhes? Pois é bem por aí mesmo. Tudo decorado com cortina florida, candelabro, frufru, coisa dourada e pompom pra todo lado. Não sou muito chegada nessas coisas, prefiro hotéis mais modernos mesmo, mas pra quem gosta desse estilo, não tem nada melhor.

 

Dizem que o Gérard Depardieu quando vem na região fica lá, numa suíte master que fica separada das outras, como se fosse um mini castelinho exclusivo. Dá pra ver nessa foto aí embaixo. Gente, fui lá nesse quarto uma vez, ele era maior que o apartamento que eu tinha na época. E o preço da diária era praticamente o preço do meu aluguel por mês. Quem pode, pode, né…

 

Confira as fotos dos quartos e reserve no site do Booking.com.

Château de Gilly
Gilly-lès-Cîteaux 21640 VOUGEOT

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.viajarnafranca.com/2011/11/chateau-de-gilly-na-rota-dos-vinhos-da-borgonha/

4 comentários

Pular para o formulário de comentário

    • Rosália em 9 novembro 2011 às 16:21
    • Responder

    Gostei muito, Aninha!

    • Fernanda em 12 janeiro 2014 às 21:03
    • Responder

    Parabéns pelo seu site. Estou programando minha luao de mel e estou tentando ótimas referências daqui. Obrigada pelas dias. Bjoo

    • Fabiana em 9 dezembro 2015 às 01:02
    • Responder

    Oi Ana,
    Saberia me indicar um serviço de carro com motorista, preferencialmente que fale espanhol ou português, para fazer um tour de Dijon a Beaune, visitando o Chateau Sevigny-les-Beaune?
    Obrigada. Gostei muito do blog.

    • Nadhia Pinheiro em 26 dezembro 2016 às 01:45
    • Responder

    Olá Ana!

    Estarei em Paris a partir do dia 30 e estou planejando ir a Dijon dia 31. Pesquisei sobre o Château de Gilly como hospedagem. Vi seu post sobre como ir a Dijon, da sugestão de usar o TGV, agora a dúvida que tenho é, como ir do centro de Dijon ao Chateau? Mais uma ajuda, vc sugere algum restaurante para jantar na noite do ano novo?
    Obrigada!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.