«

»

Imprimir Post

Melhor que o sul da França? Só o céu da França.

Um dos passeios mais bonitos que já fiz aqui na França foi sobrevoar os vinhedos da Borgonha de balão. Acho que esta época do ano é a melhor pra fazer esse passeio que eu recomendo muito!

O outono aqui acabou de começar, e é agora que os vinhedos franceses ficam mais bonitos. Depois da colheita da uva (as famosas vendanges) as folhas dos parreirais começam a ficar com um lindo tom dourado e avermelhado, antes de cair completamente no inverno.

O passeio de balão aqui na Borgonha pode começar em qualquer lugar próximo de Dijon ou Beaune. A empresa busca você no hotel em que estiver hospedado bem cedinho pela manhã ou de tardinha, quando os ventos estão mais favoráveis. Em seguida, rumamos para o lugar da decolagem, que no meu caso foi no jardim do Château de la Berchère, perto do vilarejo de Nuits-Saint-Georges, região que produz um dos vinhos mais famosos do país.

 

Chegando lá, depois dos preparativos para a decolagem (os mais animados podem até ajudar na hora de encher o balão, eu fiquei só olhando mesmo), partimos para 2 horas de vôo. A decolagem é tão suave que a gente só percebe que não está mais no chão quando tudo começa a ficar pequenininho lá embaixo…

E prepare sua máquina fotográfica e sua filmadora, porque com certeza vai baixar um espírito de turista japonês em você. Eu fiquei empolgadíssima e tirei umas trocentas fotos, mas é impossível capturar a sensação de liberdade que se sente ao sobrevoar um lugar tão lindo!

Durante o passeio, Pierre Bonnet, responsável pela empresa Air Escargot que faz esses passeios de balões, vai dando as explicações e indicando os pontos que vamos vendo do alto: castelos, vinhedos, estradas… sobrevoando baixinho um vinhedo já perto de Beaune vemos um pessoal trabalhando na colheita das uvas e é claro que eu dou um tchauzinho – mas estou muito longe pra que meu aceno seja visto. Não tem problema, agora já é hora de subir mais alto que as nuvens. Nessa hora bate um frio danado mas nada que atrapalhe a curtição.

O sol começa a se pôr e já é hora de achar um lugar para o pouso. E foi aí que aprendi o óbvio que o balão voa pra onde quer e que a gente não ia voltar para o lugar de onde a gente saiu. O vento nos levou a alguns quilômetros ao sul de Beaune, e enquanto Pierre fala no rádio com o motorista da van que nos seguia por terra, eu começo a me preocupar. A gente não vai descer nesse descampado aqui no meio do nada, vai? Vai, sim. Seguindo as instruções de Pierre, todo mundo se agacha, segura bem nas alças da cesta do balão e se prepara caso o cesto vire de lado (hein?). Ahh então é por isso que as bordas do cesto são todas acolchoadas? Achei que era só pra gente se debruçar melhor na hora de tirar fotos.

No momento do pouso, o cesto realmente vira de lado, mas foi menos pior do que imaginei. O casal de japoneses ao lado solta um risinho nervoso com a situação constrangedora (um acabou deitado em cima do outro, olha só!) mas parece curtir a adrenalina do momento. Pronto. Agora é só pegar a van e voltar para o ponto inicial, não sem antes comemorar o ‘batismo’ com uma tradicional taça de champagne e receber um certificado de balonista iniciante!

A Air Escargot organiza passeios de balão na Borgonha diariamente entre abril e outubro. O preço fica por volta de 250€ por pessoa, mas pode variar em função do número de participantes. Os vôos saem em função da meteorologia e devem ser reservados com antecedência: +33 (0)3 85 87 12 30. www.air-escargot.com

 

Link permanente para este artigo: http://www.viajarnafranca.com/2011/09/montgolfiere/

2 comentários

  1. Raquel

    Fazer esse passeio de balão é um sonho que eu ainda vou realizar! Parabéns pelo texto, me senti viajando junto com você!

  2. Rosália Velloso de Barros Leite

    Beleza pura, Aninha! Muito gostoso ler você. Espero muitos posts sobre a vidinha aí na Borgonha. Beijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>